Ir para o conteúdo principal
Artigo

Regresso ao local de trabalho

Estudo Tendências em Benefícios 2021

Health and Benefits
COVID 19 Coronavirus

setembro 20, 2021

Algumas conclusões do nosso estudo Tendências em Benefícios 2021, relacionadas com a temática do regresso ao local de trabalho.

Quando e o que significa?

  • A COVID-19 exigiu uma mudança rápida na forma como trabalhamos, de uma situação em que a maior parte dos colaboradores (86%) trabalhava presencialmente, com apenas cerca de 5% dos colaboradores a trabalhar remotamente, para uma situação em que 5 em cada 10 colaboradores trabalham remotamente ao dia de hoje (Maio/Junho de 2021), e cerca de 1 em cada 3 trabalham presencialmente.
  • À medida que a nossa economia for abrindo, com o levantamento das restrições, assistiremos a um regresso gradual ao escritório - 70% das organizações planeiam regressar ao escritório até ao final de 2021. Apenas 19% ainda não estão certos sobre quando o farão.

Organização do trabalho no futuro
(em dois anos)

Ao regressarmos ao local de trabalho, a expectativa é que, dentro de dois anos, 1 em cada 3 colaboradores tenha um regime de trabalho híbrido, 45% trabalhe presencialmente e um quinto trabalhe exclusivamente de forma remota.

Em dois anos, menos de metade das organizações terá a maioria dos seus colaboradores a trabalhar presencialmente enquanto um terço destas terá os seus colaboradores a utilizar um modelo híbrido ou a trabalhar exclusivamente à distância.

Organização do trabalho no futuro

Passos que as organizações estão a dar

  • Esta situação é acompanhada de muita incerteza sobre se as organizações devem terminar ou manter os vários protocolos de segurança e distanciamento social no local de trabalho, sendo que 2 em cada 5 organizações estão ainda incertas sobre o que deverão fazer a esse respeito;
  • O processo de vacinação tem sido bem sucedido em Portugal, e vemos que 1 em cada 5 organizações encoraja os colaboradores a vacinar-se através de campanhas que promovem a vacinação, com mais 30% das organizações a planear ou a considerar fazê-lo;
  • Cerca de 1 em cada 8 organizações já está a dar incentivos para a vacinação (dias de férias ou dinheiro); mas a maioria dos das organizações (58%) não estão a planear nem a considerar a utilização de incentivos e 20% estão inseguras quanto à sua utilização;
  • Apenas 2% das organizações participantes referiu a vacinação como requisito para o regresso ao local de trabalho ou planeiam fazê-lo em breve, sendo que 72% das organizações não têm qualquer intenção de utilizar esta exigência, e 1 em cada 8 não tem a certeza quanto à sua utilização.
Related content tags, list of links Artigo Health & Benefits COVID-19 (Coronavírus)
Contact Us