Towers Watson Media

Nossa história

Uma história de valores compartilhados

O forte foco no cliente, a ênfase no trabalho em equipe, a integridade inabalável, o respeito mútuo e o empenho constante pela excelência são os valores que estão no centro da rica história da Willis Towers Watson. Muitos dos nossos clientes estão conosco desde o início de nossas operações. Independentemente de eles terem nos procurado pela primeira vez em busca de serviços de corretagem ou de trabalhos atuariais, eles foram recebidos com respeito e sentiram-se apoiados devido à nossa forte cultura de excelência. Esses valores continuarão definindo nossa abordagem de negócio e o relacionamento com nossos clientes, agora e no futuro.

O surgimento da corretagem de seguros e da profissão atuarial

1828 — Henry Willis iniciou sua carreira como comerciante vendendo mercadorias importadas mediante comissão no Reino Unido, no Baltic Exchange, em Londres.

1841 — Willis se associou ao Lloyd’s, onde começou a prestar serviços de corretagem de seguros para as cargas das mercadorias que vendia mediante comissão. Conforme sua empresa crescia, ele passou a se envolver no negócio de casco, posicionando-se no mercado de seguro marítimo e fundando a Henry Willis & Company.

1865 — A empresa de consultoria atuarial antecessora Fackler & Co. foi fundada em Nova Iorque.

1878 — Reuben Watson formou a R. Watson & Sons, a empresa atuarial mais antiga do mundo, quando o Manchester Unity of Oddfellows o designou como atuário no mesmo ano. O Manchester Unity permanece sendo nosso cliente até hoje, assim como muitos dos nossos primeiros clientes atuariais e de corretagem.

1889 — Peter Fackler ajudou a formar a Actuarial Society of America, antecessora da atual Society of Actuaries. Os atuários de consultoria da empresa têm uma longa história de participação em associações profissionais, atuando em comitês e conselhos, e ajudando a estruturar a profissão atuarial. Hoje, continuamos sendo um dos maiores empregadores de atuários do mundo.

Posicionando-nos na vanguarda das nossas indústrias

1896 — A Henry Willis & Co. passou a se relacionar com a Johnson & Higgins, sediada nos EUA, o que forneceu à Willis acesso ao mercado norte-americano.

1898 — A Henry Willis & Co. se fundiu à Faber Brothers para formar a Willis, Faber & Co. e desenvolveu uma carteira robusta de clientes marítimos, considerada o maior portfólio de corretagem do mundo.

1928 — A Willis Faber & Company se fundiu à Dumas & Wylie Limited para formar a Willis, Faber & Dumas.

Década de 1910 — Após a aprovação da Lei Nacional de Seguros, de 1911, a R. Watson & Sons se tornou a principal consultoria sobre programas nacionais de seguros para o governo do Reino Unido.

Década de 1920 — Walter Forster, fundador de uma empresa antecessora e conhecido como o “pai do planejamento de pensão”, vendeu um dos primeiros e mais importantes planos de pensão segurados para a Eastman Kodak Company.

1934 — A Towers, Perrin, Forster & Crosby (TPF&C) foi fundada. Inicialmente operava como uma divisão de resseguro e seguro de vida, e acabou se especializando em pensões, corretagem de resseguro e planos de benefícios para empregados.

Adaptando-se a um mundo cada vez mais conectado

1943 — A Birchard Wyatt formou a Wyatt Company, uma empresa de consultoria atuarial, em Washington, D.C.

1950 — A Fackler & Co. foi adquirida pela Wyatt Company.

A partir da década de 1950 — Os planos de previdência privados continuaram se popularizando, gerando um crescimento no negócio atuarial nos dois lados do Atlântico e solidificando nossa posição entre as maiores forças de consultoria atuarial na Europa e na América do Norte.

Década de 1960 — A TPF&C expandiu seus serviços para incluir planos de saúde, remuneração e consultoria organizacional.

1976 — A Willis, Faber & Dumas foi listada na Bolsa de Valores de Londres, posicionando-se como a principal corretora especializada no Reino Unido.

Expandindo-se globalmente e adicionando capacidades

Décadas de 1970 e 1980 — As mudanças regulatórias e o aumento nos custos dos benefícios de empregados nos EUA induziram a uma necessidade ainda maior de conhecimento atuarial.

Década de 1980 — O negócio de resseguro da Willis se expandiu e se sobrepôs à corretagem marítima pela primeira vez.

1986 — A Towers, Perrin, Forster & Crosby adquiriu a Tillinghast, Nelson & Warren, sediada em Atlanta.

1987 — A Towers, Perrin, Forster & Crosby foi renomeada como Towers Perrin.

1990 — A Willis, Faber & Dumas entrou no mercado dos EUA como uma corretora de varejo por meio de uma fusão com a Corroon & Black, posicionando-a como a quarta maior corretora de seguros do mundo.

1995 — A R. Watson & Sons e a The Wyatt Company fizeram uma aliança, formando a Watson Wyatt e consolidando seus recursos globais.

1997 — A Willis adquiriu a participação de 33% da corretora francesa Gras Savoye.

1998 — A Willis Corroon foi privatizada pela Kohlberg Kravis Roberts em um negócio de US$ 1,4 bilhão.

1999 — As operações da Willis foram consolidadas sob um nome: Willis Group.

2000 — A Watson Wyatt foi listada na Bolsa de Valores de Nova Iorque.

Ajudando nossos clientes a obter êxito num mundo de incertezas

2001 — O Willis Group foi listado na Bolsa de Valores de Nova Iorque e apresentou um forte crescimento.

2006 — A Willis Research Network foi lançada como a maior colaboradora do mundo entre instituições acadêmicas e o setor financeiro.

2008 — A presença do Willis Group nos EUA foi duplicada com a aquisição da Hilb Rogal & Hobbs por US$ 2,1 bilhão.

2010 — Em uma fusão de iguais, a Towers Perrin e a Watson Wyatt se uniram para formar a Towers Watson.

2012 — A Towers Watson adquiriu a Extend Health e entrou no mercado de intercâmbio de planos de saúde privados nos EUA.

2015 — O Willis Group exerceu seu direito de adquirir o restante da Gras Savoye e concordou em comprar 85% da Miller, a principal corretora do mercado de Londres em wholesale.

2016 — O Willis Group e a Towers Watson se uniram para formar a Willis Towers Watson.