Ir para o conteúdo principal
Artigos

Dez maneiras inspiradoras de ajudar seus empregados durante a pandemia

N/A
COVID 19 Coronavirus

Por Amanda Scott | Abril 1, 2021

Com as últimas medidas de isolamento e o maior endurecimento das restrições em diversas regiões, as organizações estão pensando criativamente sobre como melhor apoiar os pais que trabalham, o bem-estar e a experiência dos empregados.

As últimas restrições estabelecidas em diversas cidades e países parece um retorno aos dias caóticos da pandemia, que ainda estão gravados na memória de muitas pessoas. Tentar trabalhar, educar os filhos em casa e administrar uma casa deixou muitos pais exaustos. Algumas pessoas estão lidando com muitas responsabilidades ao mesmo tempo, lutando para trabalhar em um espaço pequeno e até mesmo contra a solidão.

A boa notícia é que, agora que as noções básicas do trabalho em casa já estão estabelecidas, algumas empresas estão indo além e encontrando novas maneiras criativas e inspiradoras de apoiar as pessoas, atuando nas quatro dimensões do bem estar: física, emocional, financeira e social.

Caso você esteja procurando alternativas para aliviar parte do fardo de seus colaboradores, compartilhamos algumas das melhores ideias que temos observado ao redor do mundo.

Para quem precisa equilibrar creches, escolas virtuais e cuidados com idosos:


  1. 01

    Programa “Educação para o futuro”

    Uma empresa está oferecendo um fundo de tutoria para permitir que os empregados invistam em apoio educacional adicional para seus filhos enquanto aprendem virtualmente. Os pais o utilizam para aulas particulares virtuais, custear livros didáticos, financiar programas de aprendizagem on-line ou pagar aulas fora da escola.

    Com a ajuda de uma equipe de educadores, uma empresa de tecnologia para o setor bancário desenvolveu uma plataforma com conteúdo exclusivo para crianças.

  2. 02

    Ampliando esforços para alcançar um objetivo

    Na mesma linha, outra empresa identificou, dentre seus colaboradores, quais estariam interessados em oferecer seu tempo para dar aulas a um filho de um colega em um tópico específico ou área de interesse.

    Por exemplo, uma criança do primeiro ano pode ler com um empregado durante uma hora por semana enquanto os pais têm tempo para trabalhar. Eles usaram isso como uma oportunidade de voluntariado, em um ano no qual muitas iniciativas convencionais foram interrompidas.

  3. 03

    Dias de folga

    Algumas empresas estão dando aos pais alguns dias de folga para cuidar dos filhos. Por exemplo, uma empresa de serviços financeiros ofereceu 10 dias para dedicação aos cuidados infantis e à educação.

    Para quem tem pais idosos, que demandam cuidados especiais e não podem ficar em casas de apoio, organizações no Brasil estão oferecendo licença remunerada para apoiar seus colaboradores.

  4. 04

    Foco na aprendizagem on-line infantil

    Uma empresa de tecnologia com sede no Vale do Silício está oferecendo aos profissionais com filhos em idade escolar de duas a quatro horas por dia, três dias por semana, para se concentrarem na educação de seus filhos.

    Eles queriam ir além do trabalho flexível para aliviar a pressão que os pais poderiam sentir para compensar suas horas de trabalho à noite. Afinal, pessoas saudáveis e com energia são menos propensas a cometer erros no trabalho e são funcionários mais eficazes.

Para pessoas que trabalham em situações abaixo do ideal:


  1. 05

    Kits de trabalho em casa

    Alguns de nós já presenciamos algum membro da equipe trabalhando em condições desfavoráveis, seja curvado no chão de seu quarto, no sofá ou até mesmo ocupando uma pequena mesa de centro.

    Um ano depois que a pandemia atingiu o mundo pela primeira vez, é hora de redefinir nossas expectativas sobre como deve ser o trabalho em casa e até que ponto as organizações precisam apoiar seus empregados. O ideal é que todos tenham um monitor de computador, uma mesa adequada e uma cadeira confortável.

    Algumas empresas estão até enviando kits de trabalho em casa que incluem papelaria, canetas e canecas. Muitos veem isso como uma oportunidade de engajamento e estão presenteando equipes internas e clientes.

    Outras estão criando orçamentos de despesas para melhorias nas conexões de Wi-Fi e aquisição de melhores sistemas de áudio e vídeo. Isso é particularmente importante se sua empresa estiver realizando eventos e conferências virtuais.

    Algumas organizações no Brasil estão fornecendo um cartão de crédito pré-pago, da bandeira ELO, para que seus colaboradores utilizem para diversos fins, como pagar contas de telefones, móveis e demais custos com o home office, por exemplo.

  2. 06

    Fundo para dificuldades financeiras

    Para pessoas com rendas mais baixas, algumas organizações criaram um fundo de investimento para ajudar a cobrir o custo adicional de eletricidade e alimentação, agora que as famílias estão em casa com mais frequência. Estão reinvestindo os custos economizados com as despesas do escritório para ajudar os colaboradores que estão em casa.

    Além disso, no Brasil temos observado empresas que estabeleceram políticas para evitar desligamentos do quadro geral de empregados.

    Como outras iniciativas, há a prática de subsídios para compra de medicamentos e mudança do tradicional vale refeição para vale alimentação, o que amplia a possibilidade de uso nos supermercados, sendo mais uma forma de reduzir despesas dos profissionais.

Para quem parece exausto do “happy hour” virtual na sexta-feira à noite:


  1. 07

    Promoção do bem-estar

    Uma empresa no Reino Unido está oferecendo um fundo de £ 200 para iniciativas de bem-estar. As pessoas podem gastar o dinheiro em qualquer coisa que considerem que melhorará seu bem-estar.

    O time de RH da empresa ouviu falar de pessoas que utilizam esses recursos em iniciativas como sessões de terapia pessoal, assinaturas de flores, aulas de ioga on-line e entrega de frutas.

    No Brasil, algumas empresas estão oferecendo aconselhamento com psicólogos e terapeutas 24 horas por dia em plataformas on-line. A teleterapia tem sido uma importante ferramenta para a saúde mental.

    Outras estão realizando jogos entre os colaboradores, enviando pequenos mimos e demonstrações de lembrança, organizam café da manhã com o time, por meio de um voucher de compras, no valor de R$ 100,00 na plataforma do iFood.

    E para quem deseja aprimorar outros idiomas, têm empresas oferecendo cursos de inglês e espanhol. Se o foco for no bem-estar físico, há uma série de iniciativas como aulas de pilates e ginástica laboral, tudo de forma virtual.

  2. 08

    Um fim de semana diferente

    Outra empresa está planejando um fim de semana diferente no final do mês, onde uma sexta e uma segunda-feira as pessoas ficarão “livres” de reuniões e e-mails.

    Os profissionais terão a liberdade de usar esses dois dias para o que quiserem, seja para passar um tempo com a família, explorar um novo hobby, focar no bem-estar pessoal ou apenas tirar um tempo para respirar.

    Por que dessa iniciativa? Com o fim do Natal, acabou aquela pausa mais longa do ano. Esta organização quer proporcionar aos seus empregados um momento desejado de descompressão. Além disso, estão planejando outro período de descanso, quando todos podem fazer uma pausa sem culpa.

Para pessoas que sentiram a pressão dos resultados (somos todos nós, então):


  1. 09

    Bônus

    Apesar de toda preocupação com a pandemia, muitas empresas tiveram um ano com excelentes resultados financeiros e muitas pessoas continuaram trabalhando sob pressão que nunca poderiam ter imaginado. Algumas organizações deram um bônus fixo a seus empregados para agradecê-los pelo ano.

Um conselho final ...


  1. 10

    Capacite seus gestores

    As situações de vida e de trabalho das pessoas são muito diferentes. Os líderes das empresas devem encorajar os gerentes a ter conversas abertas com as pessoas e concordar com o que é esperado com base em suas circunstâncias individuais, em vez de emitir decretos generalizados que venham da alta gestão. Já temos observado empresas aplicando treinamento para suas lideranças, mas isso é algo que precisa ser ampliado.

    Na verdade, muitos empregados tendem a ser excessivamente responsáveis, colocando-os em risco de esgotamento. Quando adicionada à ansiedade natural de viver em uma pandemia, essa pode ser uma combinação tóxica se não for monitorada com cuidado.

    As empresas devem lembrar que, embora este tempo pareça interminável, não durará para sempre. Quando sairmos da pandemia, as organizações que protegeram a saúde e a energia das pessoas estarão na melhor posição para brilhar e avançar ainda mais em seus negócios.

Disclaimer

Conteúdo original produzido pela Willis Towers Watson na Europa, traduzido e adaptado para se adequar à realidade do Brasil.

Autor

Head de Talento e Recompensas da Grã-Bretanha

Contato no Brasil

Diretora de Gestão de Saúde
Health & Benefits – Brasil

Related content tags, list of links Artigos COVID-19 (Coronavírus)

Soluções Relacionadas

Contact Us