Skip to main content
Postagem no blog

Aumento do uso de bicicletas exige proteção para riscos

Affinitet
N/A

Julho 24, 2020

Seguro cobre roubo e furto qualificado, além de acidentes e outros imprevistos.

Algumas tendências estão surgindo com a mudança de hábitos dos brasileiros diante da pandemia, e entre elas está o crescimento do uso da bicicleta como meio de transporte. A bike pode ser uma alternativa mais segura ao transporte público, mas, assim como o carro, está exposta a vários riscos, por isso o seguro deve ser considerado.

Segundo a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas (Aliança Bike) houve um aumento de 50% nas vendas de maio, em comparação com o mesmo período do ano passado. A pesquisa mostra que as bicicletas para uso na cidade impulsionaram este crescimento das vendas no país. Por outro lado, trata-se de um veículo vulnerável.  Na cidade de São Paulo, por exemplo, no período de janeiro e setembro de 2019, foram registrados mais de 2 mil roubos de bicicletas, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública.

De acordo com a diretora de Affinity da Willis Towers Watson, Raquel Silva, as ocorrências que mais preocupam os proprietários de bicicletas são as relacionadas a roubo e furto qualificado, mas ainda existem outros riscos como os danos sofridos no transporte adequado da bike e durante a pedalada, e que podem ser cobertos por um seguro específico para a bicicleta.

“Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, a apólice de seguro para bicicletas não é somente para as bikes utilizadas para prática esportiva. Hoje no mercado, temos produtos para bicicletas de R$1,2 mil até R$ 60 mil. O seguro deve ser contratado para garantir o valor total do bem, o que consta na nota fiscal de aquisição da bicicleta. O custo sofre variação de acordo com a marca da bicicleta, valor e tipo de utilização, ou seja, se será utilizada para competições esportivas ou somente lazer, além das informações básicas do condutor”, explica.

Para quem costuma transportar a bicicleta utilizando um rack, o seguro cobre os danos sofridos durante o transporte, tanto pela bicicleta quanto pelo próprio rack.

Os ciclistas também devem considerar o risco de acidente envolvendo terceiros. “A cobertura de responsabilidade civil é muito importante para o ciclista que provoca um acidente e que pode ser responsabilizado por danos pessoais ou materiais. Por exemplo, responsabilidades em um atropelamento de pedestre, que acaba sendo frequente, principalmente para quem usa ciclovias em grandes centros urbanos”, afirma.

Contact Us
Related content tags, list of links Postagem no blog Afinidades